BEM VINDO A TODOS!

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

HOMENAGEM AO DIA DOS PAIS - 10 DE AGOSTO DE 2014



10 DE AGOSTO DE 2014




DIA DOS PAIS






Segundo a tradição, quem criou o Dia dos Pais foi um jovem chamado Elmesu, na Babilônia, há mais de 4.000 anos. Ele teria esculpido, em argila, um cartão para seu pai.






Em 1909, a norte-americana Sonora Louise Smart Dodd queria um dia especial para homenagear o pai, William Smart, um veterano da guerra civil que ficou viúvo, quando sua esposa teve o sexto bebê e ele criou, sozinho, os seis filhos, em uma fazendo no Estado de Washington.



 



O primeiro Dia dos Pais foi comemorado, em 19 de junho de 1910, em Spokane, Washington. A rosa foi escolhida como a flor oficial do evento. Os pais vivos deviam ser homenageados com rosas vermelhas e os falecidos com flores brancas. Pouco tempo depois, a comemoração já havia chegado a outras cidades americanas. Em 1972, Richard Nixon proclamou oficialmente o terceiro domingo de junho como Dia dos Pais.






O pai brasileiro ganhou um dia especial, a partir de 1953. A iniciativa partiu do jornal O Globo do Rio de janeiro, que se propôs a incentivar a celebração em família, baseado nos sentimentos e costumes cristãos. Primeiro, foi instituído o dia 16 de agosto, mas como o domingo era mais usado para as reuniões de família, a data foi transferida para o segundo domingo de agosto.






Em São Paulo, a data foi comemorada pela primeira vez, em 1955, pelo Grupo das emissoras Unidas, que reunia a Folha de São Paulo, a TV Record, a Rádio Pan-americana e a extinta Rádio São Paulo. O grupo organizou um grande show no antigo auditório da TV Record para marcar a data. Lá, foi premiado Natanael Domingos, o pai mais novo, de 16 anos; Sílvio Ferrari, de 96 anos, como o pai mais velho; e Inácio da Silva Costa, de 67 anos, como o campeão em número de filhos, um total de 31. As gravadoras lançaram quatro discos em homenagem aos pais. O maior sucesso foi o baião “É Sempre Papai”, com letra de Miguel Gustavo, interpretada por Jorge Veiga. O Dia dos Pais foi contagiando todo o território brasileiro.






Hoje, o Dia dos Pais é comemorado em muitos países do mundo. As datas variam: Inglaterra e Argentina comemoram a data no terceiro domingo de junho. Na Itália e em Portugal, a homenagem acontece no dia 19 de março. Na Austrália, no segundo domingo de setembro. E na Rússia, no dia 23 de fevereiro.







O Dia dos Pais deve ser todo dia! Se você não tem mais seu pai, lembre-se dele com o maior carinho, aproveite essa data especial e transforme-a no dia do perdão, do reconhecimento, da ternura e da saudade.






Se você tem a alegria de abraçar seu pai, faça-o com leveza e gratidão, demonstre seu amor, não economize homenagens, afinal de contas, o tempo revela que se porventura os pais erraram na educação, foi devido ao descompasso evolução– educação. Lembre-se ainda que talvez o descompasso aí esteja e esta geração está surfando nesta onda. Amanhã eles vão comemorar o Dia dos Pais se aprender com você! O Dia dos Pais é um dia de ação de graças.






A evolução do mundo acontece com tamanha velocidade que os filhos devem ser preparados, mais do que nunca, para respeitar seus pais. É muito comum ouvir um jovem dizer: “Papai não me entende”.  O entendimento deve ser mútuo. Acorda-se, todo dia, com o absurdo na última moda: no dia seguinte o absurdo de ontem já foi substituído pelo absurdo maior.






Sempre, uma bela característica do homem pai, é a compreensão. Ela mantém o equilíbrio na balança das concessões e ajuda no discernimento do sim e do não. A compreensão carrega nos braços as dificuldades do choque da convivência, quando os comportamentos se agridem.






O exemplo do pai está cada dia mais importante. De nada vale a severidade, as regras e exigências, se o filho descobre (e sempre descobre) que o seu discurso não corresponde à prática. O pai não é um mágico que se equilibra nas aparências, é um ser autentico que vive as próprias limitações.






Todo filho gostaria de ter um pai trabalhador, honesto, dedicado à família, e jamais um irresponsável, debochado, perdido na noite das indecisões, infeliz, semeando infelicidade.





O Dia dos Pais deve ser uma ótima oportunidade de auto avaliação: “Que tipo de pai eu sou? Uso devidamente a minha autoridade? Confundo autoritarismo com disciplina? Ou tenho sido um ditador, um poderoso chefão, dentro do meu lar?”.




Como é bom ter um pai! Se ele for, é claro, investido das qualidades deste homem todo especial, isto é, se estiver em condições de contribuir com uma parcela de amor, de exemplo, reconhecimento a sua impossibilidade frente a inúmeros desafios. Se o tempo dedicado aos filhos é pequeno que o amor seja em tempo integral! Conta-se que a diretora da Escola realizava uma reunião com a família dos alunos e aproveitou a oportunidade para ressaltar a importância do apoio que os pais devem dar aos filhos. Pediu-lhes, também, que estivesse presentes o máximo de tempo possível, junto deles. A diretora ficou muito surpresa quando um pai se levantou e explicou, com seu jeito humilde, que ele não tinha tempo para falar com o filho nem tempo de vê-lo durante a semana. Quando saía para trabalhar na madrugada o filho ainda estava dormindo, ao voltar, era muito tarde e o garoto não estava mais acordado. Disse que a ausência o deixava angustiado. Para que o filho soubesse da sua presença, ele dava um nó na ponta do lençol que o cobria e dava-lhe um beijo na testa, todas as noites. Quando o filho acordava e via o nó, sabia que o pai estivera ali e o havia beijado. O nó era o meio de comunicação entre eles. A diretora ficou emocionada com a história tão singela, mais surpresa ficou, quando descobriu que o filho desse pai era um dos meninos mais dedicados e meigos alunos da escola.






O método educacional adotado pelos pais na educação dos filhos deve ser fundamentado no amor. Os filhos são dádivas de Deus, eles precisam ser educados e amados. A superproteção desequilibra tanto quanto o abandono. Eles podem ser lindos, feios, ricos, pobres: importante são a orientação e o exemplo dos seus pais. Disciplinar significa organizar a vida! [I Reis 1.6]. Leia.










Meu Pai completando 75 Anos ao Lado dos Seus Dois Amigos.

Flores Brancas Para Você Papai!
Waldemiro Alves do Nascimento
Meu Pai que já Está na Glória
Saudade Eterna!



Reflexão: OJB. 10/08/14
Ivone Boechat, colaboradora de OJB.


                                             Pastora, Maria Valda.

Nenhum comentário: