BEM VINDO A TODOS!

sábado, 16 de fevereiro de 2013

AUTORIDADE DA SANTIDADE


Lição 07


ASSEMBLEIA DE DEUS – VITÓRIA EM CRISTO
Escola Bíblica Dominical

Departamento de Educação Religiosa



AUTORIDADE DA SANTIDADE
“Sem intimidade não há santidade. E sem santidade não há autoridade. E sem autoridade não há conquista!


17 de Fevereiro de 2013                       

TEXTO ÁUREO

“Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor, tendo cuidado de que ninguém se prive da graça de Deus, e de que nenhuma raiz de amargura, brotando vos perturbe, e por ela muitos se contaminem”.
.
Hebreus 12. 14, 15.

TEXTO BÍBLICO BÁSICO:

I Tessalonicenses  4. 1 – 7

OBJETIVOS:

Ao final do estudo, o aluno deverá ser capaz de:

§   Entender o significa dos vocabulários santo, santificar, santificação;
§   Reconhecer a necessidade de consagração a Deus o ser, as ações e o tempo;
§   Santificar-se, vivendo de modo a agradar a Deus e manter-se em comunhão com Ele.


I. CONCEITO DE SANTIFICAÇÃO. – Santificação é a atitude contínua de abandonar tudo aquilo que ofende o Deus perfeito.
 [Hebreus 12. 14].

§    O propósito da santificação é que o crente seja transformado progressivamente, reproduzindo cada vez melhor a imagem de Cristo.

§    Santificação é um “ato” de separação, como também um “processo” de aperfeiçoamento dos santos.

§    A santificação é um processo de aplicar a justiça divina à vida pessoal do crente.

§    A santificação desenvolve a semelhança da família de Deus no seu caráter.  [Veja as ref.: I Co 1. 30; I Co 6. 11; II Co 7. 1].

§    O amor a Deus caminha de mãos dadas com a obediência, pois esta é a essência da santidade. E a santidade é algo muito mais sério do que não roubar, matar ou mentir; ser santificado é ser santo separado para o único Deus.

§    Há pelo menos, três importantes acepções que determinam o significado da palavra santificação: separação do mundo, identificação com Cristo e forma de viver.

1.1.  Separação para o serviço exclusivo de Deus

O Antigo Testamento usa três palavras para descrever a santificação: [santo]; [santificar] e [santidade]. A segunda [santificar] tem a ideia de cortar, tirar de algum lugar.  Por isso, santidade requer separação no sentido de estar em outra esfera de vida.

§    Santificar: - Sugeria em: Consagrar, dedicar, separar de uso comum para um uso sagrado, pois nos rituais judaicos este era um dos grandes objetivos da purificação.

§    Veja o Tabernáculo: Tipifica a vida do crente. Os três compartimentos do Tabernáculo. [Átrio, Lugar Santo e Lugar Santíssimo], e até fora do Tabernáculo no arraial tinham que manter a santidade ou santificação, tudo limpo.  [Dt. 23. 13. 14];

§    A santidade até mesmo entre os animais [Lv 20. 25,26].

O Novo Testamento o usa a palavra grega hagios com o sentido de santificado, separado para uso especial de Deus. O cristão santificado está acima da esfera do mundo [I João 2. 15, 16], à parte do sistema moral corrompido e dominado pelo Maligno, como se lê I João 5. 19 e I Pe 2. 9.

1.2.  Identificação com o Senhor = [Assimilação, Identidade]

Os seguidores de Cristo são exortados a identificarem-se com Cristo e não se conformarem com os antigos padrões de comportamento, modos de pensar, sentir, desejar e agir que tinham antes de conhecerem o Senhor [Ml 3. 18; I João 3. 2; Rm 12. 1].

Esse é o outro sentido para a palavra santificar: distinguir daquilo que é comum – consequentemente, tornar-se semelhante a Deus.  [I Pedro 1. 15, 16]. “mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver”. [16] – porquanto escrito está: “Sede santos, porque eu sou santo”. [Rm 6. 19, 22; Mt 6. 10].

1.3.  Viver justo e digno

Santificação implica mudança de vida; Novo Nascimento [2 Co 6. 14 – 16]. No entanto, o desejo de mudar não basta. É preciso empenho e esforço do cristão sob a constante atuação do Espírito Santo para que, de fato, ocorra essa consagração diária conforme a graça de Deus [I Ts 4. 4; I Co 1. 30]. “para que continueis a progredir cada vez mais; [I Ts 4. 1].

II.  O PROCESSO DA SANTIFICAÇÃO

O processo contínuo de santificação é realizado pelo Espírito Santo, que trabalha na vida dos cristãos, tornando-os santos e separando-os de seus caminhos maus, para que eles sejam cada vez mais parecidos com Deus [Lv 20. 24,  26; 2 Cr 29. 5].

2.1.  Em Cristo, no Espírito e pela Palavra de Deus.

Estes três são agentes santificadores:

§    Em Cristo, “em Cristo”, significa que o crente vive e age agora na esfera de Cristo Jesus, e isto é feito através do Seu sangue purificador: “e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo pecado”. [I Co 1. 2; II Co 5. 17;  “A igreja de Deus que está em Corinto, aos santificados em Cristo Jesus” [I Co 1.2].

§    O Espírito Santo, - “Porque a lei do Espírito da vida em Cristo te livrou da lei do pecado e da morte” [Rm 8. 2].

§    A Palavra de Deus, - “Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade” [João 17. 17]; “para que a santificasse, tendo-a purificado por meio da lavagem de água pela Palavra”. [Efésios 5. 26].

§    A Cruz de Cristo, - “Mas longe esteja de mim gloriar-me, senão na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual  o mundo está crucificado para mim, e eu para o mundo”. [Gálatas 6. 14].

§    O Sangue de Jesus, - “... O sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado”. [I Jo 1. 7].

O PROCESSO DE SER  “SANTO” É VISTA DE DUAS FORMAS:

1. A primeira é Posicional, - Essa primeira é vista diante de Deus. [Hebreus 12. 10]:  Você agora é “santo” [Ef. 1. 1]; Tem parte da Natureza Santa de Deus. [2 Pedro 1. 4]  “vos torneis coparticipantes da natureza divina, livrando-vos da corrupção das paixões que há no mundo.

2. A segunda maneira é Processual, referindo-se ao processo gradual pelo qual os cristãos tornam-se cada vez mais perfeitos. Neste sentido, ela é progressiva e deve durar por tida vida. Essa é vista diante dos homens. “Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor” [Hebreus 12. 14; e I Ts 4. 1b, na lição].

Aperfeiçoando a nossa santidade no temor de Deus” [2 Co 7. 1].

2.2.   Aperfeiçoamento Constante.


      A Bíblia não fala de perfeição como ausência absoluta de pecados. A palavra perfeito é usada em referência a uma pessoa que é idônea, sã e íntegra. [Fp 2. 15; I Ts 5. 23, Mt 5. 48].
      
      A santificação é o único estágio da salvação que também depende do cristão. Desde que se converte a Cristo, o pecador regenerado almeja crescer espiritualmente, e como disse Paulo em Filipenses 2. 12: “desenvolvei a vossa salvação com temor e tremor.”

Ao contrário disto: a santificação do crente paralisa, quando ele pensa que atingiu um padrão ideal de vida cristã e que não precisa mais crescer em santificação.


III.   A FINALIDADE OU PROPÓSITO  DA SANTIFICAÇÃO


       Que intenção tem o Senhor ao ordenar e produzir no Seu povo a santificação?
    O propósito da santificação é que o crente seja transformado progressivamente, reproduzindo cada vez melhor a imagem de Cristo.
     
      Que aspectos da vida do salvo estão envolvidos nessa atitude? – Santificação em todas as áreas da vida Cristã, esse é o objetivo de Deus.

3.1. Dedicação Irrestrita ao Senhor
        
3.1.1. – A Mente – [2 Coríntios 2. 16; Romanos 12. 2].
3.1.2.  – O Corpo – [I Coríntios 6. 15; 2 Co 4. 10].
3.1.3.  – O Tempo – [Lv 23. 8; Ef 5. 16].

3.2. Comunhão dos Filhos de Deus



       A unidade do corpo de Cristo só acontecerá se houver santificação. [Jo 17. 11 – 23]. – Jesus tinha em mente algo muito mais do que reuniões artificiais. O seu desejo era que houvesse uma união espiritual de coração, propósito, mente e vontade dos que estão totalmente dedicados a Cristo, à Palavra e à Santificação.

3.3.       Ação Divina

Os resultados práticos de um viver santo são as evidências espirituais da autoridade e do poder de Deus. Não existe Autoridade Espiritual sem que o Cristão tenha uma vida de santidade e de santificação. É a exigência de Deus. [I Ts 4. 3a.].



CONCLUSÃO: - A prática da Santificação deve ser a nossa marca registrada em toda a nossa maneira de viver.Porque não nos chamou Deus para a imundícia, mas para a santificação”. [I Ts 4. 7].



                                                                                         Pra. Maria Valda
                                                                                         Ministra da Palavra
                                                                                       Congregação da ADVEC



Nenhum comentário: