BEM VINDO A TODOS!

quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

O “RETETÉ” É UMA AFRONTA À GLÓRIA DE DEUS!


O “RETETÉ” É UMA AFRONTA À GLÓRIA DE DEUS!



Por Gutierres Fernandes Siqueira


“Assim, se toda a igreja se reunir e todos falarem em línguas, e entrarem alguns não instruídos ou descrentes não dirão que vocês estão loucos?” 1 Coríntios 14.23


No meio pentecostal, muitas vezes, nos damos como esquecidos sobre o aspecto sacro do culto cristão. O culto é um espaço de tempo onde Deus é glorificado por meio de orações, louvores e exposição das Sagradas Escrituras. Quando dizemos que é sacro é porque tal expressão nos remete ao caráter de “separação”. Ou seja, aquele momento é exclusivamente para e em Deus. Não é espaço para o espetáculo humano. Não é uma peça teatral, um jogral infantil, um show de calouros, uma palestra informacional ou uma ação de marketing. 


Portanto, quando alguém dança como os fiéis das religiões afro-brasileiras se dizendo “fora de controle”, por exemplo, não pode atribuir tal emocionalismo ao Espírito Santo, mas somente ao seu próprio descontrole emocional (êxtase). Nesse sentido, o reteté, que são movimentos corporais e vocais atribuídos ao enchimento do Espírito Santo, é uma afronta à glória de Deus porque traz atração para o homem em êxtase. O reteté é antropocêntrico, ou seja, tem o homem como o centro de um espetáculo. E um espetáculo de péssimo gosto. 

Não estou insinuado que essa pessoa seja possessa por algum espírito maligno ou algo do tipo, pois tal discernimento vai além das minhas capacidades, mas certamente tal pessoa está mergulhada em seus próprios sentimentalismos confundidos como obra divina. Ninguém que seja cheio do Espírito Santo perde sua capacidade de discernimento, ação e vontade. O Espírito Santo não é um substituto da alma humana. Portanto, o reteté também é uma afronta a Deus. 


Não se trata de colocar Deus em uma caixinha conforme regras litúrgicas e denominacionais. É bom lembrar que a própria Bíblia estabelece um limite no exercício dos dons espirituais, pois todo e qualquer dom deve visar a edificação da igreja (leia 1 Coríntios 12-14). Quem usa Deus como desculpa para bagunça litúrgica precisa voltar urgentemente para as Sagradas Escrituras.



Nenhum comentário: