BEM VINDO A TODOS!

sábado, 28 de setembro de 2013

O QUE QUER DIZER CARÁTER?


O QUE QUER DIZER CARÁTER?



Por - Jose Mauro e Sandra

 
O termo "caráter" procede do grego "charakter" e significa literalmente "estampa", "impressão", "gravação", "sinal", "marca" ou "reprodução exata".


E no dicionário Caráter  é o termo que designa o aspecto da personalidade responsável pela forma habitual e constante de agir peculiar a cada indivíduo; esta qualidade, é inerente somente à uma pessoa, pois é o conjunto dos traços particulares, o modo de ser desta; sua índole, sua natureza e temperamento. O conjunto das qualidades, boas ou más, de um indivíduo lhe determinam a conduta e a concepçãomoral; seu gênio, humor, temperamento, este, sendo resultado de progressiva adaptação constitucional do sujeito às condições ambientais, familiares, pedagógicas e sociais.


Caráter Cristão no Espírito, na Alma e no Corpo


No Espírito - À Mediante a ação do Espírito Santo em nosso espírito passamos a ter a direção de Deus e então passarmos a ser conduzidos pelo Espírito Santo a ter disposição em servi a Deus.( Fp 2:13).


Na Alma - À Mediante a ação do Espírito Santo em nossa alma passamos a desejar através do nosso coração (visto que  a alma está ligada ao coração e o coração é onde se contêm os sentimentos, desejos) pelo Espírito Santo as coisas concernentes a Deus e através disto somos conduzidos pela nossa mente através dos nossos pensamentos a pensar nas coisas referentes a Deus. (Cl 3:2,3).


No CorpoÀ Mediante a ação do Espírito Santo que habita dentro de nós, (I Co 6:19) passarmos a agir de acordo com a vontade de Deus, pois somos libertos por Deus, pela lei do Espírito da vida em Cristo Jesus(que é o trabalhar do Espírito Santo em nós (Rm 6:14; 8:2) do domínio dos desejos carnais que atuam em nosso corpo. (Gl 5:19-21) e os nossos membros para servirem à justiça para a santificação (Rm 6:19 p/c).

Caráter é a soma de hábitos, virtudes e vícios, é a imagem interior de uma pessoa.


Caráter, em sua definição mais simples, resume-se em índole ou firmeza de vontade.


O caráter de uma pessoa pode ser dramático, religioso, especulativo, desafiador, covarde, inconstante. Tais variações podem ser inúmeras.

O caráter sofre as influências pelo meio em que é submetido. É verdade que o ser humano demonstra algum "tipo de caráter" nos primeiros dias de sua vida, mas não passa de uma ilusão. Pois o conteúdo que difere as crianças umas das outras é a quantidade de energia. Isto é, as mais agitadas diferen-se das mais queitas. Certo que a formação do caráter sofre essa influência, mas tal influência fica muito abaixo das influências do meio. Por exemplo, indivíduos muito agitados podem tornarem-se de futuro grandes guerreiros de uma causa, militares entusiásticos e incorruptíveis, militares traidores, políticos corruptos, criminosos sanguinolentos... Assim também como crianças quietas podem ser grandes observadores políticos, cuidadosos militares, líderes que sabem observar seus subordinados (para observar é necessário calma e concentração - mais fácil nas pessosas quietas), pessoas depressivas, agiatoas sem sentimentos, frios criminosos e etc.

São os acontecimentos posteriores, somados com o tipo de pensamento desencadeado no interior da mente e o entendimento sobre si próprio e as suas capacidades, que geram o caráter e os caminhos traçados adiante. Desencadeado pensamentos e ações, onde no começo da vida os acontecientos no entorno influem no pensamentos, cria-se uma idéia em mente sobre como que é o mundo e como "sou eu". Tais pensamentos formam o caráter e orientam as escolhas futuras. Contudo é interessante lembrar que quanto mais apoia-se em uma idéia, mas essa vai fixando-se até parecer como "imudável". Daí pensamentos simplistas creem que o ser humano nasce com o caráter pronto. São pensamentos esses simplistas e menos elevados que orientaram (e orientam) indivíduos a acreditarem que o criminoso é sempre criminoso, que os mais lento em raciocínio é sempre imbecíl, o inteligente é e sempre foi inteligente (isto é, não necessitou de fazer esforço), que o forte não se fez forte...

Em fim, o caráter é mudável mas há de se operar com muita persistência (contra o desânimo inicial das dificuldades e resultados ruins), conhecimento, dedicação, paciência... pois para mudar deve-se agir no âmbito dos pensamentos, e não apenas nas atitudes. Mudando a atitude sem mudar o pensamento, cria-se um diferencial com tendência cada vez maior de união para o lado que já é há muito praticado. Isto é, a atitude inicialmente diferente tenderá a voltar à anterior para se tornar coerente com o pensamento que não saiu do lugar. Daí, o indivíduo deprime-se ou acredita em seu "destino" e "deixa a vida te levar". Por tanto a mudança do caráter passa pela mudança do pensamento - e esse é absoltamente difícil mais não impossível pois acarreta a abrir mão de vícios, de ter energia crescente para buscar idéias e conhecimentos novos a serem adquiridos e etc...

"O caráter é como uma árvore e a reputação como sua sombra. A sombra é o que nós pensamos dela; a árvore é a coisa real." (Abraham Lincoln)


Uma Visão Panorâmica do Caráter Cristão


Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito. Pois aqueles que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à margem de seu filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos. E aos que predestinou, também chamou aos que chamou, também justificou, aos que justificou, também glorificou. (Rm 8.28-30).


O Que é Caráter Cristão?

novo dicionário Aurélio nos dá treze definições de caráter, das quais a que a mais se aplica a nós é:

“O conjunto das qualidades (boas ou más) de um indivíduo, e que lhe determinam a conduta e a concepção moral (por exemplo, um homem de caráter nobre)”.

E com base nisso podemos dizer que o caráter cristão é:

“O conjunto das qualidades de Cristo que determinam a nossa conduta e atitudes”

Se nossa conduta e nossas atitudes são determinadas pelas circunstâncias ou pelo modo como outras pessoas nos tratam, somos pessoas de pouco caráter. Ao mesmo tempo devemos ser realistas e entender que nosso caráter é muito influenciado pelas pessoas com as quais convivemos. Por isso é importante passar bastante tempo com Jesus e com outras pessoas que tem uma boa conduta.


Por Que é o Caráter Cristão é  Tão Importante?

Existem pelo menos três grandes razões porque crescer no caráter cristão é tão importante. 

A.  Somente assim entraremos no propósito eterno de Deus: ser como Ele é ser unido com Ele. 

B. Somente assim amadurecemos sem tal crescimento melhor que poderá acontecer é permanecermos crianças espirituais e o pior é ficamos sem segurança de nossa salvação ( Mt 7:16-23)


C. Somente assim ganharemos o mundo para Cristo, demonstrando o amor e a formosura dEle. 

Vejamos cada um destes pontos mais detalhadamente. Em primeiro lugar crescer no caráter de Cristo nos permite ser mais como Ele é e ter união com Ele. O propósito de Deus é ter uma família de filhos parecidos com Seu Filho, Jesus Cristo ( Jo 17:17-19; Rm 8:28-29; Ef 1:3-12).

Já dissemos que existe uma lei espiritual: estamos sempre nos tornando conforme nossa visão certa ( 2ª Co 3.18; Cl 3.4; 1ª Jo 3.1-3), ou uma visão errada ( Sl. 115:4-8; Is 44: 18-20; Jr 2:5 10:8). Quando nossa visão parar de crescer, nós também paramos de crescer. Este é um dos grandes problemas dos crentes velhos. Muitos têm ouvido tanto de Deus que ficam vacinados contra as maravilhas e ministérios do caráter dEle. É como se tivessem um véu que precisa ser removido para que de novo, sejam transformados de glória em glória (2ª Co. 3:18).

Crescer no Caratê Cristão de Cristo é Indispensável a Nosso Amadurecimento

Em (Ef. 4:11,16). Fomos criados à imagem de Deus (Gn. 1:26,27que foi distorcida pela queda. Agora, tanto a criação, como nós, aguardamos com ardente expectativa a revelação completa de voltarmos à imagem dELE (Rm.8:18,25). Cada passo nessa direção vale muito mais do que o custo ou sofrimento envolvido (Rm 8:18; Tg. 1:2,4; Rm 5:3,5).

Crescer no caráter de Cristo é a chave para ganhar outros. Nosso amor e união, a forma que nos relacionamos, os convencerá da pessoa de Cristo (Jo. 13:35; 17:21,24). Esse relacionamento como Corpo dELE, vem por meio de estarmos ligados à Ele (Ef 4:16). Sem tal ritual, uma religião, tendo a forma de piedade, mas negando o poder (2ª Tm. 3:5). Somos sal sem sabor que só vale para jogar fora, para ser pisado pelos homens (Mt 5:13).

“Todo crente nem tudo é discípulo e todo discípulo nem tudo é crente”.

Trabalho da Última Aula do 3º Ttrimestre/13
Por - Jose Mauro e Sandra



Nenhum comentário: